Apenas uma Lenda

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Apenas uma Lenda

Mensagem por Mestre em Sex 11 Nov 2016 - 17:50

A jovem Lena treinava rigorosamente sob o sol escaldante da tarde na encosta do Templo do Sol, sua garra para suceder seu pai e se tornar uma Campeã de seu condado eram notaveis, trajava nada mais dogue uma túnica amarrada por fibras de vinha trançadas e uma calça surrada, sua espada de duas mãos assoviava ao executar giros e investidas contra inimigos imaginários, o cabelo castanho e sujo era preso por pequenos fios de linho. Sua rotina de treinos era ritualisticamente feita sob a supervisão de seu mestre, que tambem fora mestre de seu pai, sempre optando pelos dias ensolarados e quentes, maximizados pelo clima semidesértico de seu condado, seu mestre dizia que o treino sob condições extremas era imensamente mais eficaz.

Entre um giro e uma investida a jovem, ainda pura, ficou desnorteada e vacilou alguns passos para a esquerda, despertando a atenção do mestre que observava encostado ao muro, sentado segurando sua muleta ao ldo da unica perna que lhe restava:

- Já chega, se continuar assim irá se machucar - ele estendeu um cantil de pele de cordeiro - aqui, beba um pouco e sente-se à sombra comigo.

Lena não titubeou, largou a espada sobre a areia fofa e se largou sob a sombra do muro em um suspiro aliviado, espremeu o cantil sobre a cabeça deixando alguns fios de agua escorrerem pelos cabelos e rosto, saciando sua sede em seguida.

- Desculpe mestre Edgar, não consegui durar muito sob esse Sol, Suno parece estar radiante hoje - disse com certo fascínio enquanto olhava para a estatua do deus Suno, o Monge do Sol, entalhada na pedra alaranjada que formava a parte frontal do templo onde repousavam - Sempre me espanto com os feitos dos divinos.

- Mesmo? Então vou lhe contar uma historia que talvez nunca tenha ouvido - o Mestre apontou com a bengala para o norte, para além da Floresta de Marfim, diretamente para uma construção alta e imponente rodeada de nuvens cinzentas - Ja ouviu sobre a Torre das Cinzas?

- Minha mãe só vivia me dizendo pra nunca ir alem da floresta, mas nunca falou o porquê - ela fitou o mestre enquanto guardava sua espada - Por que ela esta sempre rodeada dessas nuvens escuras?

- Dizem os anciões que essas nuvens na verdade são as cinzas dos mortos cremados - o velho se deliciava com as sutís reações de sua aprendiz - lá reside ate hoje Askinir, o Emissário dos Mortos, que recebe os restos carbonizados dos santos, pecadores, ladrões, camponeses, campeões, de todos...

- E oque que ele faz com as cinzas?

- Ele rege a sinfonia fúnebre que ressoa por sua torre destorcida, enviando-as por fim para as fornalhas abissais para serem limpas de todos os pecados que a carne já provou, descendo até a fundação do mundo, o Lago das Cinzas, um lugar misterioso o qual nenhum aventureiro ou campeão jamais retornou - a cada do velho Edgar, Lena parecia cada vez mais uma criança amedrontada e curiosa doque uma guerreira formada pela Academia - Um lugar de escuridão eterna e de almas atormentadas buscando por sua carne, lá esta a ponte para o lado negro e o claro da Senda Etérea, todos espíritos que se desviam de seu caminho caem no vazio supremo e para sempre são esquecidos, aos corretos lhe é dada a punição ou o castigo para renovarem seus votos como vivos uma vez mais.

- Uau - desde sempre a jovem ficava boquiaberta com os grandes épicos, desejando um dia poder viver uma grande história - Cê acha que essas histórias dos anciões são de verdade, mestre Edgar?

- Hmm, não sei - Edgar coçou a barba rala e branca - sei que estou velho demais pra essas coisas, além do mais é apenas uma lenda, não importa se é verdade ou não, oque importa é que elas comovem as pessoas, é pra isso que as lendas servem.

Lena sorriu, e todo o cenário desvaneceu como se fosse uma nuvem de fumaça, Askinir esboçou um sorriso satisfeito após saborear memória tão sublime, enquanto consumia as cinzas de um velho mestre incapacitado, cremado por sua jovem aprendiz que acreditava em uma lenda quase esquecida, pois era pra isso que as lendas serviam.

Mestre
Mestre da Mesa
Mestre da Mesa

Mensagens : 217
Data de inscrição : 29/01/2016

Ver perfil do usuário http://ellementrium.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum